ARIPUANÃ, Domingo, 16/06/2024 -

NOTÍCIA

Polícia Civil esclarece tentativa de homicídio de "Boneco" e prende autores do crime em Juína

Data: Quarta-feira, 15/05/2024 00:02
Fonte: JUÍNA NEWS

Atingido por vários disparos no final da noite desta segundafeira, 13, no interior de uma lanchonete, das proximidades da Rodoviária de Juína, e encaminhado para a UPA 24 horas e posteriormente ao Hospital Municipal Hideo Sakuno, Nivaldo Ramos dos Santos, 56, o Boneco, continua em estado grave.

A Polícia Judiciária Civil, que esteve no local com a POLITEC, na lanchonete e restaurante Ki-delícia, local onde ocorreu a tentativa de homicídio na noite de ontem, em Juína, MT, realizando os trabalhos periciais, conseguiu em poucas horas chegar aos suspeitos, pois já tinha informações de que a facção Comando Vermelho estaria preparando novas investidas de morte na cidade. Através de imagens de monitoramento de câmeras, os policiais chegaram à residência de Wesley Costa da Silva, de 28 anos, vulgo TZ, autor dos disparos.

Depois de perceber contradições entre o suspeito e a sua mãe e conduzi-lo à Delegacia, os policiais conseguiram obter informações sobre o suspeito de pilotar a motocicleta na ação criminosa, Luiz Carlos Bezerra Fonseca, vulgo Uruan, encontrando-o no canteiro de obras do Hospital Regional. Na residência deste, além de provas, como as roupas utilizadas na ação, que já estavam descartas na lixeira, e a motocicleta, tiveram confirmação de que o suspeito conduzido inicialmente era realmente o executor.

O delegado Dr Ronaldo Binoti Filho, ao ser questionado sobre motivação da tentativa de assassinato, disse que informações ainda não confirmadas dão conta que Boneco estaria vendendo drogas para uma facção rival, ou seja, fazendo o que na linguagem do crime seria cabritagem. Segundo o delegado, Wesley, que usa tornozeleira eletrônica, é um velho conhecido da Polícia juinense, um criminoso contumaz, com várias passagens por tráfico e roubo.

A dupla foi autuada em flagrante delito por crime de tentativa de homicídio e após ser ouvida será encaminhada para o CDP, onde ficará à disposição do poder judiciário.

O crime

Nivaldo, conhecido como “Boneco”, se encontrava no interior da Lanchonete Ki Delicia, quando um atirador, que chegou ao local na companhia de outro suspeito, se aproximou, efetuando pelo menos cinco tiros no tórax, braços e mãos, sendo socorrido no local por uma guarnição do Corpo de Bombeiros. Seu estado foi considerado grave e teve que ser submetido a intervenção cirúrgica.

Ele trabalhou com comércio, moto taxista e atualmente trabalhava na Lanchonete onde foi alvejado por um dos suspeitos que apareceu no local, efetuando os disparos. Pego de surpresa, ele ainda tentou se defender, como mostram as imagens de monitoramento.