ARIPUANÃ, Terça-feira, 09/08/2022 -

NOTÍCIA

Preparem as suas câmeras para fotografar Super-Lua em 13 de julho

Data: Segunda-feira, 11/07/2022 10:48
Fonte: Por Telma Cenira Couto da Silva (doutora em Astronomia)

Preparem as suas câmeras! Ao entardecer do dia 13 de julho, uma Super-Lua surgirá deslumbrante no céu à frente da constelação de Sagitário.

Uma Super-Lua ocorre quando a Lua, na fase cheia, está próxima ao perigeu: o local da sua máxima aproximação à Terra durante a sua órbita elíptica em torno do nosso planeta.

Para que uma Super-Lua ocorra, o centro da Lua precisa estar a menos de 360.000 km do centro da Terra. De acordo com essa definição, a Super-Lua que ocorrerá em 13 de julho será a segunda, a última, e também, a que estará mais próxima ao perigeu neste ano.

A passagem da Lua pelo perigeu e o início da fase cheia dificilmente ocorrem simultaneamente. No dia 13 de julho a Lua passará pelo perigeu às 6h06 e entrará na fase cheia às 15h38 no horário de Brasília. Para os que seguem o fuso de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Amazonas e Rondônia, entre outros estados, esses horários equivalem a 5h06 e 14h38, respectivamente.

Isso indica que, ao se pôr, no alvorecer do dia 13, a Lua estará mais próxima ao perigeu, porém, quase, mas não ainda, na fase cheia. A Lua que surgirá no anoitecer de 13 de julho já estará na fase cheia, uma Super-Lua. Tanto na madrugada do dia 13, quanto ao anoitecer desse dia, a Lua estará majestosa no céu, digna de ser admirada. Esse será o melhor dia de sua observação, porém, ela já estará muito bela ao anoitecer do dia 12 e continuará esplendorosa no amanhecer do dia 14.

Por ilusão de óptica, a Lua parece maior quando está próxima ao horizonte. Então, será melhor observá-la quando ela estiver se levantando no céu, ou, quando estiver se pondo. A Lua irá se levantar entre o leste e o sudeste e, se pôr, entre o sudoeste e o oeste.

Aproveite para observar o espetáculo. Após esta, a próxima Super-Lua só ocorrerá em primeiro de agosto de 2023.

PS: Como Lua é grafada com maiúscula em textos de astronomia em português, eu não posso escrever “superlua” para o fenômeno. Em inglês, escreve-se “supermoon”. Nos Estados Unidos a Lua cheia de julho é chamada de Lua dos Cervos. Para não copiar nomes sazonais de outros países e que não têm nada a ver com a nossa cultura, eu sugiro que ela seja conhecida como Lua das Onças Pintadas!