ARIPUANÃ, Terça-feira, 28/06/2022 -

NOTÍCIA

Politec confirma 5º corpo carbonizado no acidente com carretas entre Sorriso e Lucas do Rio Verde; 4 vítimas residiriam em Sinop

Data: Quinta-feira, 23/06/2022 08:51
Fonte: Só Notícias/Editoria com Lucas Torres, de Sorriso

O perito Ediel de Castro Souza, chefe da Politec em Sorriso, confirmou há pouco, que foram feitas novas análises nos corpos que estão no IML e constatada a quinta vítima do acidente com carretas que pegaram fogo, domingo à tarde, na BR-163, próximo a Primaverinha, entre Sorriso e Lucas do Rio Verde. Ontem, havia sido informada a quarta morte e, hoje, confirmado que uma criança – que estava em uma das carretas- é a quinta vítima da tragédia.

A nova análise nos restos mortais carbonizados começou a ser feita, ontem à tarde, depois que “dois familiares de Sinop, do caminhoneiro, (foram a Politec) e falaram que a mulher (que também morreu no acidente) é namorada do pai deles”. “Eles conheciam” e “questionaram sobre as crianças”, “que seriam duas”  e “então fomos fazer novamente as buscas” e “ realmente é o corpo da criança que está aqui com a gente”, confirmou Ediel.

A perícia fará alguns procedimentos, com exames de DNA, para informar oficialmente os nomes do motorista, da mulher, que teria 27 anos, e dos filhos dela, menores de idade. Os quatro residiriam em Sinop. “Pegamos o nome dela (mulher)  fizemos buscas nos dados da Politec, pegamos telefone e fizemos contatos com familiares”, acrescentou o perito.

A Politec identificou, oficialmente, ontem, o motorista da outra carreta, que faleceu. Cleverson Rodrigo Felipp tinha 44 anos e foi trasladado, ontem, para Ampere, ( 527 km de Curitiba PR).

A violenta colisão, de acordo com a Polícia Civil, envolveu uma carreta Mercedes-Benz Actros branca, placas de Sinop, outra carreta cuja marca não foi confirmada porque as duas pegaram fogo, e um caminhão Mercedes-Benz azul, placas de Belo Horizonte (MG) que transportava melancia. A polícia descreve, no boletim, que no domingo três vítimas estavam em uma carreta, que pegou fogo, e outra pessoa no “veículo não identificado”. A quarta vítima foi confirmada, ontem, pela Politec.

A versão apontada inicialmente e, que está sendo investigada, é que a colisão entre as duas carretas foi frontal e, posteriormente, o caminhão colidiu.  Uma das carretas transportava placas de gesso, trafegando sentido Sorriso e a outra, estava vazia, seguindo sentido Lucas.