ARIPUANÃ, Sábado, 06/03/2021 -

NOTÍCIA

Crespo desembarca no Brasil para iniciar trabalho no São Paulo

Crespo desembarca no Brasil para iniciar trabalho no São Paulo

Data: Terça-feira, 16/02/2021 15:21
Fonte: Por José Edgar de Matos/ G1

O técnico Hernán Crespo desembarcou no Brasil nesta terça-feira, por volta das 11h30. O argentino de 45 anos, que assinou contrato de dois anos com o São Paulo, chegou pela manhã no aeroporto de Guarulhos.

- Vi todas as últimas partidas do São Paulo. É muita responsabilidade. A responsabilidade é porque o São Paulo é muito grande. Amanhã seguramente vou conhecer o elenco - disse o treinador, ao passar rapidamente pelos jornalistas no saguão.

O treinador se dirigiu a um hotel na capital paulista e depois do almoço terá a primeira reunião com a diretoria para iniciar o planejamento. O encontro será no Morumbi.

São Paulo e Crespo acertaram os últimos detalhes do contrato na última semana. O argentino assinou o compromisso com o clube ainda na Argentina e viajou já com toda a burocracia finalizada.

Ainda não há uma data para Crespo assumir o comando do São Paulo. Na análise do clube, o ex-camisa 9 da seleção argentina vai precisar de um tempo de adaptação, comum para quem muda de país.

Crespo chega ao São Paulo com mais cinco profissionais: o auxiliar Juan Branda, o preparador de goleiros Gustavo Nepote, os preparadores físicos Alejandro Kohan e Gustavo Satto, além do analista Tobías Kohan.

A equipe chega ao São Paulo credenciada por um trabalho vitorioso no Defensa y Justicia. O clube argentino de Florencio Varela surpreendeu e conquistou a Copa Sul-Americana de 2020.

Hernán Crespo acabou selecionado para dirigir o São Paulo depois de um processo de entrevistas, promovido pela diretoria. O presidente Julio Casares e os outros responsáveis pelo futebol escolheram o argentino por possuir conceitos parecidos ao de Fernando Diniz.

Na análise da diretoria, Crespo incentiva a saída de bola construída, mas também propõe variações com um jogo mais rápido e sem correr tantos riscos, ponto diferente a Diniz.

O treinador argentino, como incentivador de um time propositivo, ainda trabalha a pressão no campo de ataque e demonstrou um time muito competitivo no Defensa y Justicia.