ARIPUANÃ, Sábado, 14/12/2019 -

NOTÍCIA

Messi conquista Bola de Ouro pela sexta vez

Data: Terça-feira, 03/12/2019 10:25
Fonte: GLOBO ESPORTE

A Bola de Ouro é de Lionel Messi pela sexta vez. Em premiação realizada pela France Football nesta segunda-feira, em Paris, o argentino foi anunciado novamente como vencedor quatro anos depois da última conquista. O prêmio, que foi unificado pela Fifa entre 2010 e 2015, é outro a coroar a temporada do camisa 10 do Barcelona, que também venceu o The Best em setembro.

Messi se isola como maior vencedor da história da premiação, com um troféu a mais que Cristiano Ronalo. Agora ele tem oito prêmios ao todo: seis Bolas de Ouro, quatro delas unificadas com a Fifa, e outros dois de Melhor Jogador do Mundo dados pela entidade máxima do futebol.

Confira:

2009: Bola de Ouro (France Football) e Melhor do Mundo (Fifa)

2010: Bola de Ouro (France Football + Fifa)

2011: Bola de Ouro (France Football + Fifa)

2012: Bola de Ouro (France Football + Fifa)

2015: Bola de Ouro (France Football + Fifa)

2019: Bola de Ouro (France Football) e The Best (Fifa)

Messi superou Van Dijk, Cristiano Ronaldo e Mané, que completaram o top-4 da premiação. Assim como no The Best, o português não esteve presente na cerimônia, que ainda consagrou Alisson como melhor goleiro e Mattihjs De Ligt como melhor jogador jovem.

O goleiro do Liverpool, inclusive, foi o único a representar o Brasil no top 10, na sétima colocação. Firmino foi o 17º, enquanto Marquinhos ocupou a 28ª posição.

Didier Drogba, apresentador do prêmio, anunciou o nome de Lionel Messi e levou ao palco uma cadeira para que o craque pudesse assistir aos seus lances na última temporada e relembrar as outras Bolas de Ouro conquistadas. Um vídeo com mensagem da esposa e dos filhos do argentino foi passado no telão.

Vencedor em 2018, Modric, que entregou o troféu para Messi, sequer figurou entre os 30 principais nomes nesta edição, assim como Neymar. Quatro brasileiros já faturaram o prêmio: Ronaldo (1997 e 2002), Rivaldo (1999), Ronaldinho Gaúcho (2005) e Kaká (2007).

Veja a lista completa de 2019:

1º: Messi (Argentina) - Barcelona

2º: Van Dijk (Holanda) - Liverpool

3º: Cristiano Ronaldo (Portugal) - Juventus

4º: Mané (Senegal) - Liverpool

5º: Salah (Egito) - Liverpool

6º: Mbappé (França) - PSG

7º: Alisson (Brasil) - Liverpool

8º: Lewandowski (Polônia) - Bayern de Munique

9º: Bernardo Silva (Portugal) - Manchester City

10º: Mahrez (Argélia) - Manchester City

11º: De Jong (Holanda) - Ajax/Barcelona

12º: Sterling (Inglaterra) - Manchester City

13º: Hazard (Bélgica) - Chelsea/Real Madrid

14º: De Bruyne (Bélgica) - Manchester City

15º: De Ligt (Holanda) - Ajax/Juventus

16º: Agüero (Argentina) - Manchester City

17º: Firmino (Brasil) - Liverpool

18º: Griezmann (França) - Atlético de Madrid/ Barcelona

19º: Alexander-Arnold (Inglaterra) - Liverpool

20º: Aubameyang (Gabão) - Arsenal

Dusan Tadic (Sérvia) - Ajax

22º: Heung-min Son (Coreia do Sul) - Tottenham

23º: Lloris (França) - Tottenham

24º: Ter Stegen (Alemanha) - Barcelona

Koulibaly (Senegal) - Napoli

26º: Benzema (França) - Real Madrid

Wijnaldum (Holanda) - Liverpool

28º: Van de Beek (Holanda) - Ajax

João Félix (Portugal) - Benfica/Atlético de Madrid

Marquinhos (Brasil) - PSG

Todos os vencedores da história da Bola de Ouro:

1º: Lionel Messi (2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019) : 6

2º: Cristiano Ronaldo (2008, 2013, 2014, 2016 e 2017): 5

3º: Johan Cruijff (1971, 1973 e 1974), Michel Platini (1983, 1984 e 1985) e Marco van Basten (1988, 1989 e 1992): 3

6º: Alfredo Di Stéfano (1957 e 1959), Franz Beckenbauer (1972 e 1976), Kevin Keegan (1978 e 1979), Karl-Heinz Rummenigge (1980 e 1981) e Ronaldo (1997 e 2002): 2

11º: Stanley Mathhews (1956), Raymond Kopa (1958), Luis Suárez (1960), Omar Sivori (1961), Josef Masopust (1962), Lev Yashin (1963), Denis Law (1964), Eusébio (1965), Bobby Charlton (1966), Flórián Albert (1967), George Best (1968), Gianni Rivera (1969), Gerd Müller (1970), Oleg Blokhin (1975), Allan Simonsen (1977), Paolo Rossi (1982), Igor Belanov (1986), Ruud Gullit (1987), Lothar Matthäus (1990), Jean-Pierre Papin (1991), Roberto Baggio (1993), Hristo Stoichkov (1994), George Weah (1995), Mathias Sammer (1996), Zinedine Zidane (1998), Rivaldo (1999), Luís Figo (2000), Michael Owen (2001), Pavel Nedved (2003), Andriy Shevchenko (2004), Ronaldinho Gaúcho (2005), Fabio Cannavaro (2006), Kaká (2007) e Luka Modric (2018): 1