ARIPUANÃ, Sexta-feira, 22/11/2019 -

NOTÍCIA

Soldado da PM de Aripuanã é um dos 26 formandos do 7º Curso de Operações Rotam

PM forma 26 policiais especializados em patrulhamento tático

Data: Sexta-feira, 08/11/2019 18:10
Fonte: TOPNEWS com Greyce Lima/ Secom-MT
Foto por: Sd. Rodrigues/PMMT

A Polícia Militar realizou a formatura do 7º Curso de Operações Rotam (COR) na quinta-feira (07.11), no Comando Geral da corporação, em Cuiabá. Familiares dos policiais formandos, autoridades militares e civis prestigiaram a cerimônia.

Vinte e seis policiais militares concluíram a especialização em patrulhamento tático. A formação habilita os policiais a atuarem no Batalhão de Ronda Ostensiva Tático Metropolitana (Rotam) e Força Tática.

A região noroeste do Estado teve dois PMs que concluíram a especialização em patrulhamento tático do 7º Curso de Operações Rotam (COR), o 2º Tenente PM, Maurício Alves Pereira Júnior de Juína e o Sd PM Ageu Leal Silva de Aripuanã.

Conforme o Sd PM Ageu com 05 anos de carreira militar destacou que é essencial a busca do conhecimento. “Esse curso é a reafirmação de nossos valores para sermos eficientes no combate ao crime e pela minha honra, prometo cumprir os deveres de soldado” disse.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas
2º Tenente PM, Maurício Alves Pereira Júnior de Juína e o Sd PM Ageu Leal Silva de Aripuanã.

O comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, parabenizou os policiais pela conclusão do 7º COR e ressaltou a importância da capacitação, que refletirá em todas as unidades da PM, já que o Batalhão Rotam é o guardião da doutrina do policiamento tático motorizado no Estado.

“Nós buscamos realizar em todas as nossas capacitações respostas técnicas e legais às injustas e covardes agressões à sociedade de bem. Nossa formação é forte, capacitada e técnica, alicerçada em conhecimentos técnicos, resistência física e psicológica. Por isso, formamos em nossas instruções tropas motivadas e extremamente técnicas”, destaca o coronel Assis.


Foto: pmmt

Com uma carga horária de 750 horas/aula, o curso com duração de três meses foi oferecido pela Diretoria de Ensino, instrução e Pesquisa (Deip) e teve a participação de policiais de unidades da capital e do interior. O comandante do Batalhão Rotam, tenente-coronel Paulo Cesar, destaca que o investimento da Polícia Militar em capacitações resulta em grandes ações de combate a criminalidade.

“Apesar das dificuldades diante do atual cenário econômico do país, a PM está investindo em formação e com o Batalhão Rotam não é diferente. Com nossos policiais especializados, a Rotam, em 2019, apreendeu 93 armas de fogo, 538 kg de entorpecentes, 68 veículos roubados ou furtados foram recuperados e mais de 539 pessoas que infringiram a lei foram conduzidas à delegacia”, explica o tenente-coronel. 

Primeiro colocado no curso, o tenente Alisson Rocha Brizola, lotado no 1º Batalhão da PM, conta que o COR teve várias etapas, como de sobrevivência, técnicas, teóricas, conhecimentos sobre legislação, além das instruções de tiro e abordagem policial, entre outras.

“É uma grande vitória, tendo em vista todas as dificuldades físicas, psicológicas e provações intelectuais que passamos para concluir esse curso de tão alto nível. Esse conhecimento contribui muito com patrulhamento tático e nos prepara para prestar um melhor serviço à sociedade”, diz o tenente Brizola.  


Primeiro colocado no 7º COR da Rotam, o 01 do curso, tenente Brizola. Foto:pmmt