ARIPUANÃ, Sexta-feira, 15/11/2019 -

NOTÍCIA

Operação da PF cumpre mandados contra exploração ilegal em MT

Data: Sexta-feira, 12/07/2019 15:38
Fonte: Gazeta Digital/ Thalyta Amaral

A Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão, além de prisões preventivas em Mato Grosso e mais 4 estados na manhã desta sexta-feira (12). A Operação Florestas de Papel investiga um esquema de exploração ilegal de madeira na região amazônica entre 2014 e 2017, que envolve mais de 20 madeireiras e movimentou cerca de R$ 80 milhões.

Os mandados e outras medidas judiciais foram expedidos pela 4ª Vara da Seção Judiciária de Roraima. Além de Mato Grosso, os mandados são cumpridos em Roraima, no Amazonas, Maranhão e Pará. Mais de 150 policiais participam da operação nos 5 estados.

Segundo as investigações, que constam em 6 inquéritos policiais, os empresários cometiam fraudes para legalizar o comércio e a movimentação de madeiras extraídas de forma ilegal. As fraudes eram realizadas no sistema do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), para a expedição dos documentos de origem florestal (DOF).

Esse documento é obrigatório para o transporte e armazenamento de produtos e subprodutos de origem nativa, como toras de madeira e madeira serrada. A Polícia Federal identificou mais de 91 mil metros cúbicos de madeira serrada regularizados através de fraude.

Já em toras de madeiras foram 260 mil metros cúbicos, o que equivale a 120 mil toras de madeira, de espécies como Ipês, Cedros, Maçarandubas, Aroeiras e Jacarandás. Eram utilizadas empresas de fachada para a emissão do DOF, para que as madeireiras pudessem vender o material extraído ilegalmente. A maior parte das madeireiras investigadas atua no Sul de Roraima. (Com informações da Assessoria)