ARIPUANÃ, Sábado, 20/07/2019 -

NOTÍCIA

Operação da PJC prende homem que torturava quem devia dinheiro a associação criminosa em Juína

Data: Sexta-feira, 12/07/2019 15:03
Fonte: Juína News

Uma operação da polícia civil de Juína comandada pelo delegado Romildo Nogueira da Fonseca Júnior, cumpriu mandado de prisão, busca e apreensão, nas primeiras horas da manhã sendo estas cumpridas com êxito.

Mais de 20 policiais civis divido em quatro equipes saíram para efetuar as buscas que foram autorizadas judicialmente, onde a operação teve início as 06:00h da manhã de hoje.

Foi preso Alexandre Garcia, de 29 anos, vulgo (Xandi) e sua convivente Polliana Cordeiro de Souza, de 34 anos, ambos moradores do bairro São José Operário, onde havia contra os mesmos mandados de busca e apreensão, porém uma quantidade de drogas e munições foram encontradas na residência dos mesmos e também uma balança de precisão.

Do outro lado da cidade no bairro módulo 06, foi preso for força de um mandado de prisão preventiva Willian César Correia Pereira, de 29 anos, vulgo ‘açougueiro’, onde foi encontrado em sua posse droga e um revólver calibre 38.

Willian está na cidade de Juína a aproximadamente 06 meses, vindo do estado de São Paulo, o mesmo já estava sendo monitorado pelos investigadores de polícia.

Informações e até mesmo vídeos foram parar em poder dos policiais onde Willian, usava de violência para receber dívidas do tráfico de drogas, empregando sempre meios cruéis de violência sobre as pessoas que compravam e não pagavam a droga, sendo os mesmos açoitados com fios de luz e ameaçados com arma de fogo o tempo todo.

Na cidade de Juína Willian César, trabalhava como açougueiro, porém conforme a polícia civil, usava a profissão apenas como um disfarce, pois sua função na cidade era comandar o crime de tráfico de drogas em Juína e região. Ele será indiciado pelos crimes de tortura, tráfico de drogas e associação ao tráfico e porte ilegal de arma de fogo,

O delegado de polícia civil Romildo Nogueira da Fonseca Júnior ressaltou que a polícia civil irá trabalhar de forma incansável para prender mais traficantes ligados a facções que estão atuando na cidade de Juína e região, onde novas operações serão realizadas e as investigações não pararam, lembrando que a população pode usar os telefone da polícia sem receio de ser identificado, podendo ligar 197 e repassar as informações suspeitas que serão investigadas.

Partes das ordens judiciais foram representadas ao judiciário pelo delegado de polícia doutor Marco Bortolotto Remuzzi.

Juína News

Juína NewsJuína News