ARIPUANÃ, Sexta-feira, 18/10/2019 -

NOTÍCIA

Escola pública de MT está sem aula há mais de 40 dias após transformador de energia queimar

Equipamento fazia a distribuição de energia para o prédio. Os únicos funcionários que estão trabalhando é a diretora e o vigia para evitar vandalismo e furtos.

Data: Quarta-feira, 10/07/2019 09:18
Fonte: Por G1 MT

A Escola Estadual Maria Quitéria em Castanheira, a 780 km de Cuiabá, está fechada e sem aula desde o dia 29 de maio, quando o transformador de energia queimou. A unidade de ensino parou de funcionar porque o equipamento fazia a distribuição de energia para todo o prédio. Na terça-feira (9) a escola completou 42 dias sem aula.

De acordo com a diretora Rosana Patrícia de Oliveira Procópio de Souza, o transformador de energia estragou na tarde do dia 28 de maio e a escola paralisou as aulas e todo o funcionamento da instituição parou um dia depois. O equipamento estava com vazamento de óleo e acabou pifando, interrompendo assim o trabalho da escola.

Rosana contou ao G1 que no dia em que o transformador de energia pifou entrou em contato com a companhia de energia da cidade que foi até a escola para verificar a situação. A empresa informou que devido o problema teria que ser feito a substituição do equipamento e que o fornecimento de energia seria interrompido.

A diretora disse que solicitou a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) no dia seguinte, 29 de maio, uma verba emergencial para comprar um novo transformador. A escola encaminhou três orçamentos de empresas diferentes de Juína, a 737 km da capital, que é o município mais próximo para a escola.

Segundo Rosana, o valor mais barato de um transformador novo que encontrou foi de R$ 16 mil. Na última sexta-feira (5), a Seduc informou a escola que o projeto solicitando a compra do transformador foi rejeitado, pois os valores orçados estavam acima do valor de mercado baseado na compra na capital e que era preciso fazer um novo orçamento.

Os únicos funcionários que estão trabalhando neste período que a escola permanece fechada, é a diretora que está fazendo o trabalho de assessoria pedagógica e o vigia da escola. O prédio está sem energia e corre o risco de ser depredado e até furtado.

Por sua vez, a Secretaria Estadual de Educação disse que foi aprovada na segunda-feira (8) a liberação de R$ 18 mil para aquisição do equipamento, incluindo mão de obra e gastos eventuais com a instalação, conforme o projeto da escola.

O recurso será depositado na conta da escola até quarta-feira (10). No entanto é de responsabilidade da escola providenciar a troca do transformador.

A diretora informou que possivelmente a escola reabrirá na segunda-feira (15), pois depende da substituição do equipamento, que ainda tem que ser comprado e instalado. A concessionária de energia que presta serviço para o município disse que não faz o procedimento, porque fica dentro da escola e de uso particular.

Rosana vai se reunir com o Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar, Assessoria Pedagógica, Secretário de Educação, os servidores e toda a comunidade escolar para definir o calendário de reposição de aulas.

“Estaremos convocando todos para nesta quinta, sexta e sábado fazermos um mutirão de limpeza e organização do ambiente escolar para que possamos retornar com as aulas” declarou Rosana.

A Escola Estadual Maria Quitéria possui cerca de 750 alunos matriculados atualmente. A instituição de ensino funciona nos três períodos, matutino, vespertino e noturno, de segunda-feira a sexta-feira.