ARIPUANÃ, Sexta-feira, 18/10/2019 -

NOTÍCIA

No Mineirão, Bolsonaro encontra Neymar e aparece no campo para saudar torcida

Data: Quarta-feira, 03/07/2019 16:39
Fonte: FOLHAPRESS/ FERNANDA CANOFRE
Foto: Pedro Vilela/Getty Images

A vitória do Brasil em cima da Argentina por 2 a 0 no Mineirão, nesta terça-feira (2), foi assistida de camarote pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) e uma comitiva que o acompanhou. O resultado levou a seleção brasileira à final e eliminou o time de Lionel Messi. 

Vestindo terno e gravata, Bolsonaro não falou com a imprensa. Segundo o comitê de organização local da Copa América, o presidente estava no estádio como "assunto pessoal" e só iria ver o jogo.

A viagem a Belo Horizonte aparece na agenda oficial no site da presidência e o presidente viajou acompanhado dos ministros Paulo Guedes (Economia), general Augusto Heleno (Segurança Institucional), Osmar Terra, Marcos Pontes, Ernesto Araujo, Jorge, Fernando Azevedo

No intervalo da partida, Bolsonaro apareceu ao lado do campo e caminhou saudando a torcida. Em um momento, parou e se aproximou de um grupo de torcedores, agarrou uma bandeira do Brasil que um torcedor lhe estendeu e girou acima da cabeça. Bolsonaro ainda fez gesto de armas com as mãos, uma de suas marcas registradas, abanou e mandou beijos ao público. 

Enquanto parte da torcida o ovacionou com gritos de "mito!" durante a curta caminhada, em algumas partes do Mineirão foram registradas vaias. 

Nas redes sociais, o presidente publicou um vídeo que mostra o momento em que se encontrou com Neymar Jr., afastado da seleção por uma lesão. Os dois conversam e se abraçam no registro. Esse foi o segundo jogo da seleção que Neymar acompanhou do estádio nesta Copa América.

De acordo com a organização do evento, os dois não viram o jogo no mesmo ambiente. Bolsonaro encontrou ainda os presidentes da Conmebol, Alejandro Dominguez, e da CBF, Rogério Caboclo, além de Cafu, capitão da seleção na Copa do Mundo de 2002, na campanha do penta. 

O deputado Marco Feliciano (Podemos-SP), que declarou intenção de ser candidato a vice em uma campanha de reeleição de Bolsonaro, também acompanhou a comitiva. Em um vídeo, Feliciano pede que o presidente dê um palpite para o placar da partida, e Bolsonaro arrisca 3 a 0. 

Durante a Copa América, o Mineirão vinha amargando alguns dos públicos mais baixos de todo o torneio. Na partida entre Equador e Japão, o público foi de 9.729 pessoas - com apenas 2,1 mil pagantes. 

Nesta terça, porém, o estádio chegou a maior renda de sua história: R$ 18.744.445,00. Com público pagante de 52.235, a média de preço do ingresso foi de R$ 358. A Conmebol registrou ainda 3.712 não-pagantes. 

A Polícia Militar de Minas Gerais prendeu 12 cambistas, alguns deles estrangeiros. Com eles foram apreendidos R$ 2 mil em dinheiro, máquinas de cartão de crédito e 13 ingressos. Um dia antes do jogo, dez pessoas também foram presas como cambistas.

Ver as imagens
Neymar tira foto com torcedores no Mineirão durante a semifinal da Copa América 2019 entre Brasil e Argentina. Foto: Chris Brunskill/Fantasista/Getty Images