ARIPUANÃ, Terça-feira, 23/04/2019 -

NOTÍCIA

Dupla em moto tenta atirar em guarnição da PM de Aripuanã e arma falha

Há registros de assaltos no município sendo cometidos por uma dupla usando uma motocicleta.

Data: Segunda-feira, 11/02/2019 17:01
Fonte: TOP NEWS

Conforme Boletim de Ocorrência, por volta da 01:00 hora da manhã desta segunda-feira (11), a guarnição da Polícia Militar em rondas na Avenida Tancredo Neves, próximo a Avenida da FAB, avistou dois indivíduos com as mesmas características físicas, que estavam realizando roubos na cidade, em uma motocicleta YBR de cor vermelha, placa: KAR-4655.

Diante disso, a guarnição procedeu a abordagem padrão da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso, com sinais sonoros e luminosos, entretanto o piloto da motocicleta acelerou o veículo e de imediato o passageiro sacou uma arma de fogo tipo garrucha, carregada, e direcionou o referido armamento em direção à guarnição da Polícia Militar, porém, por circunstâncias alheias a sua vontade, o projetil não saiu.

Inclusive a policia verificou na espoleta do cartucho um "picotado" do percursor da garrucha, indicando que o indivíduo efetuou o disparo, momento este que o policial militar Guedes efetuou 3 disparos de arma de fogo e o policial militar Caxias efetuou 2 disparos de arma de fogo, para fazer cessar a ameaça injusta e iminente contra a vida dos policiais.

Segundo o Soldado da PM Guedes, que estava na companhia do Soldado Caxias, somente após um dos disparos ter alvejado o suspeito no braço direito, ele jogou a arma de fogo no chão e parou o veículo. No local, ao lado de um dos passageiros no chão, estava a garrucha carregada com um cartucho calibre 36, uma porção de substância análoga à maconha e um canivete.

Perante a situação, a PM acionou o Samu, que levou um dos ocupantes da motocicleta para o Hospital Municipal de Aripuanã, o qual ficou internado. O outro, por não ter sofrido lesão, foi encaminhado para o Quartel da PM para a confecção da ocorrência policial, e posteriormente encaminhado à Delegacia de Policia Civil de Aripuanã para as providências que o caso requer.

Conforme os investigadores da Polícia Judiciária Civil, eles pedem que a população procure a delegacia ou faça o reconhecimento dos suspeitos através de foto para verificar se a dupla é ou não a mesma que vem praticando roubos na cidade, sendo eles Welinton de Souza Ramos, de 19 anos e Juliano da Silva Xavier, de 22 anos.