ARIPUANÃ, Terça-feira, 27/10/2020 -

NOTÍCIA

Força tarefa da Sema e Ibama estão vistoriando Planos de Manejo e Exploração Florestal em MT

Data: Quinta-feira, 18/03/2010 00:00
Fonte:

Fonte:circuitomt

Técnicos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizam até 18 de março as primeiras vistorias conjuntas de acompanhamento aos Planos de Manejo e Exploração Florestal no Estado. Nesse primeiro momento serão vistoriadas propriedades localizadas nas regiões de Alta Floresta, Aripuanã, Sinop e Juara, num total de 18 municípios – Alta Floresta, Paranaíta, Nova Bandeirante, Nova Monte Verde, Aripuanã, Cotriguaçu, Juruena , Colniza, Sinop, Cláudia, União do Sul, Santa Carmem, Vera, Sorriso, Juara, Tabaporã, Porto dos Gaúchos e Nova Maringá. As vistorias conjuntas tiveram início no último dia 08.03 e devem ser realizadas em todos os Planos de Manejo cadastrados no sistema da Sema.

O coordenador de Vistoria e Monitoramento, da Superintendência de Gestão Florestal (SGF) da Sema, Cleber Jardini explicou que Mato Grosso possui hoje 273 Planos de Manejo já cadastrados e aptos a serem vistoriados. “Quando fizemos o planejamento para as vistorias de acompanhamento, em 17 de fevereiro, 259 propriedades estavam cadastradas no nosso sistema”.

As quatro regiões selecionadas para essa primeira etapa de vistorias abrangem o maior número de processos aptos a passarem pela vistoria de acompanhamento.

As vistorias serão realizadas com base na Resolução nº 406 de 2 de fevereiro de 2009 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), e na normatização estadual que estabelecem os parâmetros técnicos a serem adotados na elaboração, apresentação, avaliação técnica e execução de Plano de Manejo Florestal Sustentável (PMFS) com fins madeireiros, para florestas nativas e suas formas de sucessão no bioma Amazônia.

Em Mato Grosso, as discussões para a elaboração de um documento que estabelecesse procedimentos padronizados únicos, de análise e vistoria dos Planos de Manejo, com o objetivo de integrar a atuação dos órgãos do Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama), na execução da Política Florestal, já vinham sendo realizadas pela Sema e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e dos Recursos Naturais Renováveis desde o ano passado. No início do mês, técnicos dos dois órgãos tiveram uma última reunião para fechar os detalhes finais da operação.

Para Cleber Jardini o consenso entre as instituições (Sema e Ibama) no estabelecimento de ações conjuntas para a realização de vistorias prévias e vistorias técnicas é fundamental já que “as vistorias são as avaliações de campo necessárias para a análise, acompanhamento e controle rotineiro das operações e atividades desenvolvidas nas Áreas de Manejo Florestal (AMF)”.

As vistorias vão permitir a verificação da real assistência técnica (acompanhamento) pelo profissional responsável e, por exemplo, se não está ocorrendo a exploração da madeira no período restritivo de corte, derrubada, arraste e transporte na floresta, que vai de 1º de fevereiro a 1º de abril de cada ano, durante o período chuvoso.

As equipes que compõe a força tarefa da Sema/Ibama são formadas por dois técnicos da Sema, dois do Ibama e mais um fiscal do órgão ambiental estadual.