NOTÍCIAS

América-MG vence, assume liderança e garante vaga na Série A

11/11/2017
Fonte: Gazeta Esportiva
 

Neste sábado, a Série B do Campeonato Brasileiro conheceu um novo líder. Com o empate entre Internacional e Vila Nova, o América-MG fez o papel fora de casa, venceu o Figueirense por 2 a 1 e assumiu a ponta. Não suficiente, o Coelho chegou aos 66 pontos e garantiu o acesso à Série A de 2018. Com gols de dois defensores, Rafael Lima e Giovanni, a vitória veio sem grandes riscos e com um primeiro tempo bastante consistente.

 

Rafael Lima (C), jogador do América-MG, comemora seu gol durante partida contra o Figueirense, válida pela trigésima quinta rodada do Campeonato Brasileiro 2017, da Série B.
 
Rafael Lima (C), jogador do América-MG, comemora seu gol durante partida contra o Figueirense, válida pela trigésima quinta rodada do Campeonato Brasileiro 2017, da Série B.
Foto: Fernando Remor/Mafalda Press/Gazeta Press
 

A partida teve um início avassalador do time visitante e um gol com menos de um minuto. Quando a partida estava mais tranquila, o Figueirense chegou ao gol de empate, mas sofreu o segundo tento no último minuto da primeira etapa. O segundo tempo foi mais cadenciado e o time da casa ofereceu poucos riscos ao goleiro João Ricardo. O triunfo garantiu o acesso e a ponta da Série B

 

O JOGO

A partida começou com o time do América-MG muito mais intenso no campo de ataque. Pressionando a marcação e recuperando a bola no campo de ataque, a equipe mineira criou muitas chances, principalmente nos primeiros minutos do jogo. Logo no primeiro lance do jogo, com menos de um minuto, Gérson Magrão testou o goleiro Saulo com um chute de fora da área, que o arqueiro espalmou para escanteio.

 

Na cobrança do tiro de canto, a pressão inicial surtiu efeito logo no primeiro minuto. Rafael Lima aproveitou o cruzamento e subiu mais do que a defesa do Figueirense para encobrir o goleiro, abrir o marcador e colocar o Coelho na frente.

 

Enquanto o Figueirense tentava sair jogando, o time mineiro seguia na pressão mesmo com a vantagem no placar. A solução do mandante era utilizar a ligação direta e assim chegou até a conseguir um escanteio ofensivo, mas foi o único lance dos primeiros minutos para a equipe de Milton Cruz. Aos seis, o América chegou novamente com Bill, mas o assistente marcou impedimento e não deu sequência ao lance. Melhor na partida, o time mineiro utilizava as costas dos laterais do Figueirense para encontrar espaços e cruzar bolas na área de Saulo, que sofreu no primeiro tempo. A pressão seguiu até os 15 minutos. A partir de então o que se viu foi um jogo mais equilibrado, com a equipe da casa atuando um pouco mais ofensivamente e chegando ao empate.

 

Por meio da bola parada, o Figueirense empatou o jogo. Quem aproveitou a falta cobrada na entrada da área foi Jorge Henrique. O cruzamento não veio muito alto e o meio-campista teve de mostrar elasticidade para desviar a bola e igualar o placar no Orlando Scarpelli.

 

O empate deixou o jogo novamente mais intenso e o que se viu foram dois times querendo o gol da vitória. Quando parecia que o placar não seria alterado nos primeiros 45 minutos, o América-MG voltou a assustar. Aos 46 teve um gol anulado por conta de impedimento e no último minuto, aos 48, fez o segundo. Bill aproveitou o tiro de meta cobrado pelo próprio goleiro para ganhar o lance e cruzar para área. A bola passou por todos e Gérson Magrão fez novo passe para dentro, que encontrou Giovanni. O lateral cabeceou e deixou o coelho em vantagem.

 

A segunda etapa contou com um visitante mais cauteloso e tentando segurar o resultado. Enquanto isso, o Figueirense partiu para cima do adversário na tentativa do empate, mas pouco assustou na primeira metade. Aos 22 o time de Milton Cruz chegou com perigo nos pés de Marco Antônio, mas João Ricardo fez a defesa.

 

Aos 29 minutos aconteceu o lance mais perigoso do segundo tempo e foi do time do América-MG. Gérson Magrão cobrou escanteio e Bill subiu para completar a bola que parou na trave e evitou a vantagem maior do time de Minas Gerais. A reta final foi na base da pressão e sem nenhuma organização. Dudu tentou, mas parou em João Ricardo, Henan também tentou e nada conseguiu para empatar o duelo.

 

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE X AMÉRICA-MG

Local: Estádio Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC)

Data: 11 de novembro de 2017, sábado

Horário: 17h30 (de Brasília)

Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)

Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Cipriano da Silva Sousa (TO)

GOLS:

AMÉRICA-MG: Rafael Lima, 1 minuto 1°T; Giovanni, aos 48 minutos 1°T

FIGUEIRENSE: Jorge Henrique, 25 minutos 1°T

CARTÃO AMARELO: Gérson Magrão (América-MG), Renan Mota (Figueirense), Jorge Henrique (Figueirense)

FIGUEIRENSE: Saulo; Dudu, Ferreira (Henrique Trevisan), Naylhor e João Lucas; Zé Antônio, Dudu Vieira, Marco Antônio (Joãozinho), Renan Mota e Jorge Henrique; André Luís (Henan).

Técnico: Milton Cruz

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Norberto, Messias, Rafael Lima e Giovanni; Juninho, Ernandes, Gérson Magrão, Renan Oliveira(Zé Ricardo) e Felipe Amorim; Bill (Edno).

Técnico: Enderson Moreira

 
Gazeta Esportiva

Comentários:




TERMOS E CONDIÇÕES DE USO
Nome:
Email:
Endereço:
Comentário:

Facebook