ARIPUANÃ, Terça-feira, 19/03/2019 -

NOTÍCIA

Mais de 730 kg de pescado são apreendidos em fiscalização da Policia Militar em Aripuanã

Data: Quarta-feira, 09/01/2019 10:51
Fonte: TOPNEWS

Um total de 734 kg de pescado de várias espécies foi apreendido durante patrulhamento pela Policia Militar no Rio Aripuanã, com apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sematic).

O patrulhamento feito no Rio Aripuanã, na terça-feira (08), veio através de várias denúncias que havia pescadores cometendo pesca predatória, próximo à divisa de Aripuanã e Colniza. De posse dessas informações, o comandante da PM Major Alex, montou uma operação para coibir esse tipo de crime no município.

De acordo com o Tenente Antonietti, o material foi apreendido pelo Batalhão de Policiamento Militar, através dos Soldados Ageu, Fabricio e Silva Junior, durante fiscalização que vem ocorrendo em razão do período de defeso. Ainda conforme Antonietti, os responsáveis pelo pescado conseguiram fugir do local, onde ocorreu o flagrante. A Suspeita que seja um pessoal da cidade de Juruena.

O patrulhamento desceu o Rio Aripuanã e subiu rumo ao Rio Canamã, na volta percebeu um barraco as margens do rio. Na ancoragem perceberam que havia várias caixas de isopor e roupas penduradas no varal. Há suspeita de que na aproximação do efetivo, os criminosos tenham fugido do local abandonando os pescados.

Os pescados apreendidos foram doados para instituições assistenciais, que desenvolvem atividades na área social do município. Ordens de serviço serão efetuadas para localizar os infratores.

O Secretário de Meio Ambiente do município Cleverson Veronese alertou ainda, sobre as restrições previstas no período de defeso. “Somente peixes criados em viveiros podem ser comercializados, o que não era este caso. A pesca nesse período é caracterizada crime ambiental, previsto no Artigo 34 da Lei nº 9605/98”, afirmou.

A mercadoria era 58 unidades de Cachara, 02 de Pirarara, 02 de Pacú, 08 de Jundiá, 02 de Cachorra, 03 de Curvina, 02 de Piranha, 03 de barbado e 25 de Mandubé, sendo essa a maior apreensão de pescado registrada no município.