ARIPUANÃ, Terça-feira, 21/08/2018 -

NOTÍCIA

Cejudo vence Johnson, fatura o cinturão e termina com maior dinastia da história do UFC

Data: Domingo, 05/08/2018 18:55
Fonte: ESPN.com.br

O norte-americano Henry Cejudo faturou o cinturão dos moscas (até 57kg) após vencer Demetrious Johnson por decisão dividida (48-47, 47-48 e 48-47), no co-evento principal do UFC 227, em Los Angeles (EUA), na madrugada deste domingo.

O antigo campeão era o recordista de defesas de título (11 vezes consecutivas) da história da entidade. A perda acontece apenas nove meses depois que Johnson bateu Ray Borg no UFC 216, em outubro, e quebrou a marca de 10 anos do ex-campeão dos médios Anderson Silva.

Curiosamente, dois anos atrás foi Johnson quem havia tirado a invencibilidade de Cejudo na categoria.

"Eu odeio o segundo lugar. E perder para Demetrious Johnson pela primeira vez, de uma forma devastadora me motivou", disse Cejudo. "Derrotar o homem, o mito, a lenda, Demetrious Johnson, me parece bom".

Há 10 anos, Cejudo havia conquistado a medalha de ouro na luta olímpica nos Jogos de Pequim.

"Este é um sonho tornado realidade, de medalhista de ouro olímpico e campeão do UFC'', disse Cejudo. "Eu nasci aqui em Los Angeles em um apartamento de dois quartos. Então, do fundo do coração, obrigado a esses fãs na Califórnia pelo apoio", disse.

Após celebrar a vitória, o novo detentor do título dos moscas desafiou o vencedor do peso-galo, TJ Dillashaw, para um combate.

Dillashaw mantém cinturão

Pela segunda vez no UFC, TJ Dillashaw superou Cody Garbrandt por nocaute técnico, aos 4m10s do primeiro round, e manteve o cinturão do peso-galo (até 61kg).

Dillashaw não perde desde 2016 (são quatro lutas), quando foi superado por Dominick Cruz, por pontos. No total, ele tem 15 vitórias e três derrotas na carreira.

"Eu sou o melhor peso-galo de todos os tempos", disse Dillashaw no octógono. "É isso: Melhor peso-galo de todos os tempos. Aqui agora."

Questionado sobre o desafio de Cejudo, o vencedor dos galos não titubeou:

"Vamos fazer isso", disse Dillashaw. "Parece uma luta divertida. Eu não diria que isso deve acontecer. Ele provavelmente tem que dar uma revanche para Demetrious Johnson. Mas se eles fizerem isso, eu estou animado."

Card Principal:

TJ Dillashaw venceu Cody Garbrandt por nocaute técnico aos 4m10s do 1º round
Henry Cejudo venceu Demetrious Johnson por decisão dividida
Renato Moicano venceu Cub Swanson por finalização aos 4m15s do 1º round
JJ Aldrich venceu Polyana Viana por decisão unânime
Thiago Marreta venceu Kevin Holland por decisão unânime

Card Preliminar:

Pedro Munhoz venceu Brett Johns por decisão unânime
Ricky Simon venceu Montel Jackson por decisão unânime
Ricardo Carcacinha venceu Kyung Ho Kang por decisão dividida
Sheymon Moraes venceu Matt Sayles por decisão unânime
Alex Perez venceu José Torres por nocaute aos 3m46s do 1º round
Weili Zhang venceu Danielle Taylor por decisão unânime
Marlon Vera venceu Wuliji Buren por nocaute técnico aos 4m53s do 2º round