ARIPUANÃ, Domingo, 15/07/2018 -

NOTÍCIA

Grêmio e Barcelona fecham acordo e acertam transferência de Arthur

Valor da transferência fica em 30 milhões de euros, com bônus de mais 10 milhões por objetivos cumpridos pelo jogador

Data: Quinta-feira, 08/03/2018 19:45
Fonte: Por Eduardo Deconto e Eduardo Moura, Globo Esporte
Arthur só irá para a Espanha em 2019 (Foto: Lucas Uebel / Grêmio F.B.P.A.)

Após meses de conversas, idas e vindas, Grêmio e Barcelona entraram em acordo nesta quinta-feira para selar a transferência do volante Arthur ao clube catalão. O negócio foi fechado como havia ficado acertado anteriormente, com o pagamento de 30 milhões de euros (R$ 120 milhões) fixos, com possibilidade de mais 10 milhões de euros (R$ 40 milhões) atrelados ao rendimento do jogador no clube espanhol, totalizando cerca de R$ 160 milhões.

O desfecho positivo do negócio inclusive já era esperado pelo presidente tricolor Romildo Bolzan Júnior durante entrevista coletiva na noite de quarta. Contudo, o jogador de 21 anos só irá para a Espanha em 2019. Conforme apurou o GloboEsporte.com, o anúncio oficial ainda depende de um ajuste no pagamento de impostos sobre a transferência e da assinatura das três partes – Grêmio, Barcelona e atleta – nos contratos.

O time gaúcho ficará com 60% do valor da transação, enquanto o restante será dividido entre investidores e a família de Arthur. Do total da transferência, 30 milhões de euros serão pagos fixamente pelo Barça. Os outros 10 milhões serão diluídos em forma de objetivos cumpridos pelo meio-campista com a camisa grená, conforme explicou Romildo.

– São algumas cláusulas que têm valor pré-fixado. A soma disso são 10 milhões de euros. Se parte for realizada, é pela participação em campeonatos, etc. São cinco condições. Pelo menos quatro são factíveis e perfeitamente razoáveis em um curto espaço de tempo. Depende muito mais do ganho esportivo e sucesso que o jogador vai ter. O Arthur é um jogador para atingir estas metas sem nenhum problema – disse o presidente.

O acerto foi encaminhado com a presença in loco na Espanha do CEO Carlos Amodeo e do advogado do departamento de futebol Gabriel Vieira. Eles chegaram à Europa no fim de semana e mantiveram contato com os dirigentes catalães ininterruptamente. Do Brasil, a cúpula gremista acompanhava a situação em tempo real, inclusive com a participação do próprio Arthur.

"Todo dia escuto uma coisa diferente. Já falei para empresários e direção: quero saber quando estiver tudo acordado. O que for bom para o Grêmio e para mim tenho certeza que vai ser um desfecho feliz para todos" (Arthur, em entrevista na quarta-feira)

A finalização das tratativas ocorre um dia após o retorno do jogador aos gramados depois de quase 100 dias parado em recuperação de uma ruptura no tornozelo esquerdo na final da Libertadores. Na noite de quarta-feira, ele entrou em campo aos 35 minutos do segundo tempo e foi ovacionado pela torcida que presenciou a vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo-RS, na Arena, pelo Gauchão.

– Muito feliz por poder voltar a jogar. É a coisa que mais amo nesse mundo. Feliz pelo retorno, pela reestreia, mas mais feliz pela vitória do time. Não doeu, foi até melhor que o esperado. Todos falavam que eu sentiria um desconforto, mas graças a Deus foi 100% – declarou.